Competência 4 – Comunicação

Foto por Jopwell em Pexels.com

Competência geral 4 BNCC

Comunicação – Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos, além de produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo.

Essa competência é vital para toda vida em sociedade, dela partimos para a construção de relacionamentos, a defesa de ideias e as relações de trabalho e cooperação social – todas baseadas em parte na comunicação efetiva. Observe que o entendimento mútuo é o objetivo maior.

A comunicação tem um poder impressionante, sobretudo no momento atual moderno onde as relações são tecidas na realidade e na virtualidade, toda ela comunicacional. A importância da comunicação se reafirma na vida social, nas interações familiares, na escola e no trabalho, além de ter muita importância no contexto das mídias e do trabalho remoto ou presencial.

É importante destacar que desde a primeira infância a criança já vai fazendo suas aquisições de linguagem e desenvolvendo e ampliando seu vocabulário e suas capacidades comunicacionais a partir de sua comunicação com a família, a família estendida e o campo social.

Aprender a se comunicar e produzir sentidos é vital para as relações equilibradas em todas as dimensões da vida humana e promove outras capacidades como o conhecimento e o senso estético e artístico, por exemplo.

No momento atual da humanidade, onde atitudes permeadas de raiva e ódio são continuamente disseminadas especialmente nas redes sócias, uma comunicação ativa e positiva é um caminho viável para restabelecer o entendimento e a cooperação, permitindo que o respeito e a confiança fluam nos processos de conhecimento e criação de soluções para a vida contemporânea.

Na escola a comunicação é base para quase tudo, seja ela oral, escrita, corporal ou até mesmo estando no design e na dimensão visual da escola, em seus cartazes, murais e presente na arquitetura e no projeto visual da escola e de suas classes. É pela comunicação visual que muitas normas e condições são comunicadas às crianças desde pequenas e com ela as crianças também aprendem a responder aos chamados diários.

No que se refere à comunicação sonora e digital, o desafio da escola é amplo e complexo, pois envolve um sem número de ferramentas e possibilidades tanto na rotina didática quanto fora dela, o que nos convida ainda mais a entender e aplicar as metodologias para desenvolver essa competência. O mundo digital está rapidamente transformando as relações e tudo isso é feito por meio da comunicação oral, escrita, visual e digital.

A comunicação corporal, na realidade cotidiana, é algo em que temos de nos concentrar um pouco mais, pois devido às mudanças das dinâmicas sociais e da comunicação, essa modalidade de expressão e comunicação vem sendo um pouco esquecida ou tolhida, e muitas vezes substituída pela comunicação digital, o que nos coloca um ponto de preocupação futura, pois a expressão corporal é parte da nossa capacidade de comunicar.

Para finalizar é importante retomar o conceito de comunicadores entre os professores também, já que elas e eles são parte do universo de comunicação família-escola, estando permanentemente no centro da formulação de conhecimentos da crianças e jovens sobretudo quando elas se expressam sobre seus sofrimentos e dificuldades, esperando que pela comunicação, encontrem a empatia e o suporte necessário para a permanência e êxito na escola.

Vital entre os seres humanos é ter uma comunicação efetiva e afetiva, respeitosa e aberta, pois todos nós necessitamos de ser ouvidos e devemos ser capazes de ouvir as outras pessoas com atenção, interesse e respeito por suas ideias, percepções e sentimentos.

E, finalmente, a gente já sabe não é: “quem não se comunica se trumbica. ” Chacrinha

Ana Morais

Comunicadora aprendente.

Publicado por Ana Morais

Mestre em Gestão do Desenvolvimento Sustentável - Formação de Pessoas pela Universidade de Pernambuco, graduada em Letras – Licenciatura plena, pós graduada em Psicologia Organizacional e do Trabalho, executiva sênior em educação, ensino superior, educação profissional, educação corporativa e K-12. Consultora, professora, escritora, palestrante, experiências em avaliação institucional e de ensino-aprendizagem, especialista em desenvolvimento de equipes de alta performance. Foi diretora estadual de educação do Senac PE e consultora/gerente de projetos em multinacionais de educação. Sólida experiência em desenvolvimento de equipes, liderança, recurso humanos, organizações educacionais e de desenvolvimento social e educação para o trabalho. Especialista em Competências.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: